L’amour e signos

superinteressante: amor

Finalmente achei essa edição especial que a Superinteressante fez sobre “Como as pessoas funcionam”: amor (tem o da “ansiedade” e “por que você assim”). Tinha comprado a versão online pela IBA, mas não curti ler pelo PC, sou old school e prefiro papel (se alguém quiser ler, cobro R$ 2,50 para ter acesso HAHA).

Sendo uma boa libriana, Vênus  no sol e na lua, sou chegadíssima nessas coisas sobre amor, apesar de ser meio FAIL nesse departamento (na prática é outra coisa). Cheguei a gastar quase R$ 50 para comprar o livro “Amor Líquido” do maravilhoso sociólogo polonês Bauman e é um tapa na cara da sociedade (ainda não o terminei porque comecei a ler mais dois livros na mesma época).

Estava analisando os meus relaciomentos ou incidentes amorosos – como ando chamando – e percebi que o único rapaz que realmente considerei como ~namoradinho~ foi justamente um libriano. Eu era nova na época e não tava muito aí para essas coisas e, mesmo assim, ele me proporcionou muitas lembranças bonitinhas e românticas (aka vergonhosas <3), além da primeira dor de cabeça e chororó também. Esse rapaz – que era mais velho do que eu – hoje em dia já está casado e espero que seja muito feliz. Além disso, está perdoado pelo que fez no finalzinho da nossa ~ relação~. Digo perdoado porque tenho escorpião como segundo signo e guardo mágoa fácil (tô aprendendo a vomitar essas coisas da minha alma). E sim, eu acredito na influência de sol, lua e o caralho a quatro, não venha de mimimi para cima de mim que não liga pra essas coisas e respeite quem acredita /escorpiana mode on.

Enfim, eu tô numa fase da vida que não quero mais saber de MOLEQUE. Aliás, nunca fui chegada em bad boys, sempre gostei mais dos bonitinhos, sonhadores e parceiros. Não acho legal homem cafajeste (tem mina que curte, acredite) e nunca cheguei a ser de fato mulher de malandro (pulo fora antes). O lance que tenho o dom de transformar todos esses indíviduos em grandes pendejos ou eles são excelentes atores e me enganam direitinho. E sabe, glr? tô bem de saco cheio de relaciomento mediano/mimizento, me incomoda, sou chorona, sofredora, me encho de ruga de preocupação, Deus me livre e guarde. Vejo tanta mina CHATA bagarai com bofes bem legais e gente, de boa, eu não sou tão pentelha assim. Talvez neurótica e sem paciência para aturar tanta babaquice. Quem nunca? Tô fazendo terapia não é à toa (e me ajuda muito).

Mas o lance é que ainda tenho fé que terei um super encontro nesta vida com um bom  e fiel ser (espero que barbudo) que irá me entender, amar e respeitar MUITO, sair tomar uns gorós comigo (eu racho conta, SEMPRE), ficar sentado no meio da rua rindo das pessoas (é possível, acredite, no meio da rua mesmo), ir na zombie walk comigo e com minha mãe, viajar muito (isso é meu verdadeiro casamento, vamos casar na Romênia HAHA). E entre outras coisas que acontecerão por conta própria, sem ser apenas meus sonhos se tornando realidade, mas os dele também. Se eu não achar também, paciência. Eu adoro minha própria companhia, sem falsa modéstia. Mas do jeito que o amor me interessa, espero ter sorte nesse “indomável sentimento”. Heh.

Advertisements

3 thoughts on “L’amour e signos

  1. se eu fosse homem ou se a gente gostasse de mulher (HAHAHAHA) eu casava com você! fácil fácil!

    todo mundo merece um barbudo e o teu você vai conhecer na hora certa. tenho fé!
    e além de ter uma namorada maravilhosa, ele vai ganhar uma sogra querida de tudo. rapaz barbudo tatuado de muita sorte esse futuro senhor cardoso.

    e será que esse tal libriano aí é quem eu tô pensando?

    • ai amiga, quase chorei aqui! sua lindaaaaaaaaa! nhooo, vou até dar print nesse comentário ❤

      espero que o seu bigode a faça muito feliz também, caso contrário chamo minha gang pra dar um jeito. mas sei que ele cuida bem de você.. está cada dia mais bonita também (amor faz bem pra pele, né babe) 🙂

      e é ele mesmo, mig! hahhaha o emagrecedor lá hahahaha 😉

  2. Acho que antes da gente encontrar a nossa cara metade, a gente precisa ficar de boa consigo mesma. E você tá fazendo terapia e curte a própria companhia, já é um passo enorme na direção certa. Infelizmente o amor não vem com hora marcado, mas eu sei que o seu hômi tá vindo o mais rápido que pode. :*

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s