Repeteco, quem nunca?

2738b0bbd72031f8a8e1ce8c399cf980
Desculpa aí, mas quando eu realmente gosto de uma música posso ficar um dia inteiro escutando em loop. A doida do repeat, né Brasil! Algumas eu escuto quase todo dia e por mais de um ano. Sei lá que raios acontece, mas vicio mesmo.

Vou fazer uma lista das músicas que mais ouço e qual a sensação (ou associação) que cada uma me dá:

–  seize the day, wax tailor

Essa eu conheci no final de 2011 em um filme chamado “Paris”. Para mim, a cena que toca essa música é uma das mais bonitas e singelas do cinema contemporâneo francês. É o Romain Duris (<3) a escutando numa vitrola e olhando fotos de infância. COISA MAIS LINDA! Eu adoro trip-hop e downtempo, acredito que este estilo musical é perfeito para relaxar, entre outras coisas. E admiro a simplicidade da letra, algo que realmente deveria levar a sério. A sensação que essa música me passa é muito boa. Eu sempre imagino coisas bacanas, como eu e o Romain sentados no Largo, tomando cerveja e reparando nas pessoas. Tem de ser ele porque fica mais fácil e simples. Detalhe: eu a escuto quase todo dia desde que a conheci.

corinne, metronomy

Se você sair comigo e eu começar com “Oh Corinne”, já vai saber que estou no grau. AMO essa música, sou apaixonada pelo ritmo e quando começa no 0:24 dá vontade de balançar o ombrinho sem parar. A letra é minha cara: “I’ve got a pain in my heart, I think it’s because of you/ I got my heart tied up now with a boom and a bang, I’m not gonna find you again”. Triste, mas SHE JUST WANTS TO DANCE ALL THE TIME. E um viva ao sintetizador!

memory serves, interpol

memory serves é basicamente minha música triste predileta. quando fico muito #chatiada a escuto no repeat até  chorar tudo que preciso. a letra realmente me toca, eu poderia ter escrito, sabe? acho que por isso que, desde a primeira vez que a ouvi, choro muitão. “I only memorize those things I deny”.

space dementia, muse

AMO o pianinho de início. Jesus Genésio, como sou fã dessa banda… fico inconformada que nunca fui ao um show deles. Enfim, essa música me dá uma sensação de “deixa eu falar a real”. Do tipo, you make me sick, because i adore you so. Peace will arise and tear us apart.

– i’m going slightly mad, queen

Acho que essa é minha música predileta dessa banda mais do que amada. Eu a acho meio sombria e me identifico também. “This kettle is boiling over, I think I’m a banana tree”. Sabe aqueles momentos que você está prestes a estourar? Então. Eu gosto de escutá-la no Youtube porque acho o clipe incrível.

send him away, franz ferdinand

Essa é minha nova obsessão. andei escutando o “Tonight” meio que no repeat e sempre volto na send him away. eu adoro o começo dela, acho ótima! Quando chega no 1:39 me lembra Carnaval indie (?), haha. Sensação feliz.

– paid for that, paul banks

Paid for that é um pouco agressiva e por isso a adoro! Só Deus sabe o quanto  fiquei feliz quando tocou no show dele. Sometimes I think I coexist with me. O refrão é perfeito para cantar quando tá com ~raivinha~~ “I paid for that, now you’ll pay me back”. Posso escutar por um dia inteiro (já aconteceu, heh).

the ground beneath her feet, U2

Podem dar risada, mas acho essa música muito amor.  acho romântica linda, me dá vontade de sair amando por aí. “Let me love you true, let me rescue you / Let me bring you where two roads meeeeeet or come back above where there’s only loveeeeeeeeeeee”. ai Bono, te curto, viu? Posso escutar muitas vezes e ficar sonhando acordada. /cafona

hunting high and low, a-ha

Essa é minha música bailinho da escola, sabe? se um dia eu casar, tenho que dançá-la HAHAHA. Do you know what it means to love youuuuuu? Ainda tenho a sensação que ela vai fazer sentido na minha vida (de dançar de parzinho).

piranha, prodigy

Acho essa música incrível. Perfeita para fazer spinning ou correr na esteira. Me dá um gás mesmo quando tô sentada, hehe. O synth é total spooky e me lembra filme de terror, sei lá. AMO. Teeth, grip, razor sharp, bites hi-power, tear you apart . Breakbeat ❤ Um beijo na boca do Keith Flint, meu muso eterno (olha como me empolguei para escrever).

only, nine inch nails

Minha outra canção de revolta. escutei muito quando me mudei para Curitiba. “I’m becoming less to find as days go by, fading away”. Quantos anos me sentindo assim e counting. “Yes, i’m alone but then again I always was”. Dacá um abraço, Trent Reznor.

psyche, massive attack

Ah, Massive Attack como te amo! Everywhen foi minha música repeat por muito tempo (anos até), mas a Psyche tomou conta. Amo a voz da Martina! Imagino um clipe lindo com essa música, cheio de borboletas e a coisa toda. Me dá uma paz incrível. TRIP-HOP, PEGAEU. “Show without showing, what you know without knowing”, <3.

river in the road, queens of the stone age

Eu amo river in the road e a deixo no repeat porque me faz imaginar uma pessoa que não cheguei a conhecer: meu avô. A batida é meio carnaval e ele era muito fã dessa festa. Uma vez até conversei com minha mãe a respeito dessa associação bizarra e ela disse que não é anormal. ENTÃO NÃO É.  Na minha última viagem de Pvaí-Ctba, quando me mudei definitivamente, a escutei no repeat por quase 4 horas. Run, darling Run.

sky fits heaven, madonna

Aaah essa fase da Madonna… ADORO. Música para escutar com os olhos fechados, saca? Fate fits karma so use it! REPEAT.

Vou citar quatro músicas clássicas que escuto MUITO, muito mesmo. Repeat eterno e travado nelas.

kyrie eleison, mozart

Minha parte predileta do Réquiem do Mozart. Eu sou tão doida do repeat com esse réquiem que sei cantar em latim a parte do Dies irae e Confutatis maledictis. Só pedir.

presto, vivaldi

Fiz uma coreografia de GRD com essa parte das 4 estações. Me lembra o cheiro do perfume Laguna do Salvador Dalí (???).

van den budenmayer concerto en mi mineur, version de 1802, preisner

para falar a verdade fazia muito tempo que não escutava essa lindeza, mas já fui tão nuts com essa música que minha mãe pedia pelamordejesusnazareno para eu parar. é de um compositor polonês contemporâneo chamado Zbiginiew Preisner e de um filme do Kieslowski.

– song for the unification of europe, preisner

De um dos meus filmes prediletos, A  liberdade é azul (também do Kiki). Sempre choro nesse final. ASSISTAM, PFV.

Obviamente fiz este post escutando uma a uma no repeat.

Advertisements

4 thoughts on “Repeteco, quem nunca?

  1. adorei sua lista de músicas, me identifiquei com muitas, principalmente com franz! rs

    voltei agora pra essa onda de blogs e o meu blog vai falar sobre música também. Se der pra seguir e dar uma força (: é claro que já estou seguindo aqui.

  2. amg, juro por td q é mais sagrado: fiz um post falando sobre shows que ainda não vi, salvei o draft e vim ler vc. bizarro q temos mts bandas em comum haha
    amei ” acredito que este estilo musical é perfeito para relaxar, *entre outras coisas*.”
    hahahaa
    :*

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s